0
Amadurecimento Fala FOX Slide

O que uma xícara de café pode fazer por você hoje?

25 de abril de 2018

Tem dias que são mais puxados que outros. Para falar a verdade, estou num turbilhão deles. De todas as coisas que poderiam dar errado, nenhuma falhou em sua missão e agora tenho problemas que não posso resolver, dívidas que não existiam e falta de tempo. Okay, eu sei que todo mundo tem problemas, até aí nenhuma novidade. O que me chamou a atenção foi o modo como eu estava tentando resolver as coisas, mais parecido como apagar incêndios do que  um panejamento de evacuação. Me peguei andando de um lado para o outro tentando encaixar todas as obrigações e pretensas soluções no meu dia de modo automático, sem conseguir ser efetiva em nenhum deles. No fim do dia, o cansaço era mais uma sensação de fracasso do que o corpo reclamando do trabalho. E como eu não sou especial, nem diferente de ninguém, vim dividir com vocês o conselho que me salvou de mim: café.

Sim, no meio da loucura que estava o meu dia, sem nenhuma rotina e indo ladeira a baixo sem freio, eu pensei: “vou tomar um café. Vou me sentar numa cadeira confortável, relaxar e apreciar um bom café. Devo gastar uns 20 minutos no máximo, minha lista de tarefas vai continuar aí, meus problemas não vão a lugar nenhum e no fim eu ainda terei tido 15 minutos de paz.” Dito e feito. pedi um café e sentei, não ousei pensar em nada. Apreciei cada detalhe daquele momento, o aroma, o sabor, o som ambiente da loja, a combinação de cores do copo, a luza amarela acima da mesa, a temperatura, minha respiração… 
Já perto do final, abri meu bujo e fiz uma lista com aquilo que estava lotando a minha mente. Óbvio que faltaria dia para cumprir tudo e que algumas coisas não dependiam de mim. O que eu precisava era de organização. Saquei os tradicionais marca-textos e colori minha modesta lista, excluindo aquilo que não estava ao meu alcance. Ainda sobravam itens no meu dia. O passo seguinte foi ordenar por importância. Meu critério foi: o que vai acontecer caso eu não faça hoje? E baseada nas respostas excluí tudo que não tinha dano crítico. O que sobrou ainda era muito e o questionamento imediato foi: Só eu posso fazer isso? Fiz uma ligação e dois itens da lista se foram. Pronto, agora era possível terminar o dia.
O que eu tô tentando te explicar é que muitas vezes carregamos o mundo nas costas dando voltas em torno do próprio rabo, sem saber como resolver nada, sem tempo para nós, sem ânimo. Não sei quais são os seus problemas, mas seguramente você pode fazer alguns questionamentos e deixar para depois ou até mesmo deixar para o dono o peso do que você tem carregado. É muito comum irmos somatizando os problemas, a dificuldade disso é que no fim do dia não conseguimos distinguir o que resolvemos do que não e somos engolidos pela frustração. Aquela sensação de incapacidade aumenta e em algum tempo você já não nota que têm deixado as coisas por fazer, porque, afinal, você nunca consegue resolver e acertar mesmo, né? Não. Não deixe a falta de organização dita o que você pode ou não realizar.
“Eu não consigo fazer isso ou aquilo porque não tenho tempo.” Essa é uma das maiores desculpas que nos damos todos os dias. Sabe quando seu armário está uma zona e você nem consegue guardar alguma coisa nele, mas quando você arruma sobra espaço? Seu tempo pode estar sofrendo da crise do armário. Sua rotina pode estar bagunçada por problemas e coisas emergenciais que nem sobre tempo para você. Durante o meu café pude esclarecer minhas ideias e organizar meu dia. Sim, ainda tem coisa para amanhã, não disse q as obrigações e os problemas iam sumir, mas agora eu estou no comando.
Pare, pense. Onde você quer chegar? O caminho que você tem percorrido vai te levar até lá? O que está ao seu alcance fazer? O que uma xícara de café pode fazer por você hoje?

Você também pode gostar de

1 Comentário

  • Reply
    Jéssica Almeida
    29 de abril de 2018 at 01:19

    Gente, vou guardar esse post num potinho! Era tudo o que eu precisava ler hoje! A gente fica tão alucinado tentando resolver coisas – no meu caso, até tentando antecipar soluções pra problemas que nem existem ainda – que perdi o fio da meada por simplesmente não parar pra pensar! Fantástico! Amei o texto!

    //dementelucidez.blogspot.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: