0
Amadurecimento Texto

O Cretino

25 de maio de 2015
Hoje eu encontrei as palavras para uma coisa que vem me incomodando há tempos. Aquelas verdades que você escuta pela vida: beba 3 litros de água por dia, não magoe um coração, o tempo cura tudo, a vida não espera, as coisas não caem do céu, verdadeiros amigos resistem a distancia?
Podem ser verdades, no entanto, são impraticáveis, ou, na minha opinião, um ideal utópico do que gostaríamos. Quantos de nós não tivemos o coração partido e tudo que queríamos era uma garrafa de vodka ou um pote de sorvete? Quem não adoraria o gênio do Aladdin? Sabemos que nada disso é real, nem mesmo eficaz. Se dormirmos tudo que devemos, iremos acordar atrasados no dia seguinte ou iremos dormir tão cedo, que aquele tempinho pra si ou pra relação, não vai mais existir. Se a distância puder ser medida em Km, ela pode ser cruzada, o problema é que junto com as milhas vem também o abismo que separa os corações. Essa distancia é intransponível. Sua amizade precisa de telefonemas, não apenas mensagens de texto com carinhas, seu amigo precisa ouvir você rir! Precisa ouvir você se importar em como ele está! Precisa sentir essa amizade. Então não é a amizade que resiste a longas distâncias, é você que corre o mundo com o seu amigo no peito, na mente e na vida. É você que luta por essa amizade! De todas elas, acho sacanagem mesmo colocarmos tudo na conta do tempo! Se não dá pra resolver, o tempo cura. Oras, onde vocês viram o diploma de psicólogo ou de medicina do tempo? Esse cretino continua a correr não importa o que tenha acontecido. A verdade é que cansamos de brigar com ele e o transformamos num deus. Inatingível, inalcançável, único, cheio de mistérios e, o pior, impiedoso. E de quem é a culpa? Da vadia da vida. Essa dama sórdida que brinca conosco dizendo que logo vai embora, sem dar a data. Temos que correr! Para que tudo que queremos fazer caiba no Tempo que a Vida decide que temos. No processo atropelamos nós mesmos. Enquanto esse formoso casal se diverte as nossas custas. A solução? Talvez seja outra verdade inalcançável, o que não nos impede tentar. Colocar-se em primeiro lugar, não os seus desejos ou sonhos, mas você. E agora você seve estar me perguntando ‘e o que somos se não o acumulo dos nossos sonhos e desejos?’ – Somos mais.

 

Você também pode gostar de

27 Comentários

  • Reply
    Eveline Bortolacci
    27 de janeiro de 2016 at 19:05

    Nunca li um texto tão verdadeiro na minha vida, as pessoas não se visitam mais pra conversar pessoalmente, só se falam por mensagem e vivem praticamente isoladas em casa assistindo tv. Adorei seu blog beijo.

  • Reply
    Lillian Cruz
    27 de janeiro de 2016 at 19:05

    "Essa dama sórdida que brinca conosco dizendo que logo vai embora, sem dar a data. Temos que correr! Para que tudo que queremos fazer caiba no Tempo que a Vida decide que temos."

    Exatamente o que eu precisava ler após um dia adiando tudo e magoando pessoas por causa dessa minha mania de pensar demais no futuro, mesmo tentando sempre focar em viver o agora. Parabéns pelo texto e espero que ele faça com que outras pessoas além de mim reflitam sobre seus atos!

    //www.julietaemparis.blogspot.com

  • Reply
    Ingrid Caroline
    27 de janeiro de 2016 at 19:05

    Texto bonito viu?

    Muito bem escrito, mas tudo que você colocou no inicio como impraticável, eu discordo, é extremamente práticavél.
    Acreditar no tempo é uma espécie de mantra, criar um ligação com vida e com o que você não controla… Uma pena que isso é um exercicio diário e não é fáci =/

    //www.cantinhob.com

  • Reply
    Thaís
    27 de janeiro de 2016 at 19:06

    Oi, Luciana!

    Também já me fiz essas perguntas, é muita responsabilidade colocar a culpa toda no tempo. Parece que a gente transfere a irresponsabilidade que tivemos em certas ações e nos consolamos que ''ah, não era pra ser, ou se é, o tempo dirá''. Não é bem assim! Também concordo que relações à distância podem resistir sim e dependerá de como as duas pessoas administraram isso.

    Beijos!
    //www.janeladesorrisos.com

  • Reply
    Priscila Pereira
    27 de janeiro de 2016 at 19:06

    nossa que texto ótimo! Me surpreendi demais. Às vezes, só o tempo pode curar, mas a vida não pode parar, fazendo dois um casamento perfeito realmente. Parabéns pela leveza da sua escrita, continue escrevendo cada vez mais. beijos
    //www.parisdepriscila.com

  • Reply
    Ciana Andrade
    27 de janeiro de 2016 at 19:06

    Lindo Lu! Minha xará!rsrs Acho que um texto gera muitas interpretações, adorei ver a sua visão sobre o tempo e suas particularidades. Eu como penso demais, pensei em tantas coisas ao ler esse texto…
    Curtindo e seguindo,viu como um post daydream é bom…através dele conhecemos o trabalho e nos apaixonamos. Xonei! bjs
    //www.pilateandosonhos.com

  • Reply
    Cinthia Calado
    27 de janeiro de 2016 at 19:06

    Caramba, to apaixonada pelo seu texto! Me identifiquei demaaaaais, você escreve muuuito bem e tem muito talento!!! Adorei!!
    cinthiacalado.blogspot.com

  • Reply
    Rayane
    27 de janeiro de 2016 at 19:07

    O tempo que corre tão rápido e a vida que decide quanto tempo temos: meus maiores medos.
    O texto ficou incrível, de verdade!

    Himitsu

  • Reply
    Giovana Garcia
    27 de janeiro de 2016 at 19:07

    Adorei o texto, me fez refletir sobre algumas coisas ♥
    Parabéns pelo blog!

    mudancaselembrancas.blogspot.com

  • Reply
    Canal Hashtag
    27 de janeiro de 2016 at 19:07

    Que texto maravilhoso mulher, meus parabéns! Realmente existem situações na vida que são totalmente impraticáveis e o nosso tempo vem diminuindo cada vez mais para que possamos ao menos tentar praticar uma dessas situações.

  • Reply
    Tainan Barboza Generoso
    27 de janeiro de 2016 at 19:07

    Concordo com a reflexão proposta no texto, realmente, sonhamos com o impossível e culpamos a vida. Esse texto me lembrou de uma música que diz: se o mundo anda em linha reta, eu ando em linha torta, eu ando do meu jeito

  • Reply
    Anônimo
    27 de janeiro de 2016 at 19:07

    Que texto mais lindo, parabéns. Gostei muito, você escreve muito bem!

  • Reply
    Sarah Krauss
    27 de janeiro de 2016 at 19:07

    Super adorei o seu texto, como você escreve bem 🙂

  • Reply
    Deivyson Luan
    27 de janeiro de 2016 at 19:07

    Adorei o texto! E eu adoro seu blog linda <3

  • Reply
    Ops Falei
    27 de janeiro de 2016 at 19:07

    Lu, como eu queria que tivesse o genio do Alladin para tirar todas as magoas que já vivi por causa de um cretino. Adorei o texto !

  • Reply
    Clara Cristina
    27 de janeiro de 2016 at 19:08

    Como você escreve bem! Tô apaixonada <3 Beijos.

  • Reply
    *Mulher Virtuosa - By Vany*
    27 de janeiro de 2016 at 19:17

    Vc escreve muito bem, penso que vc já deve saber disso pq é notável!
    Texto ótimo e bem reflexivo, nunca tinha parado pra pensar nisso!
    Blog Mulher Virtuosa By Vany

  • Reply
    Debora Montes
    27 de janeiro de 2016 at 20:23

    Ótimo texto! Hoje em dia tudo é tão difícil. Todo mundo sempre atarefado, sem tempo, mas procuro mudar isso quando posso.
    Bjinhos!

  • Reply
    Gabriele Ortiz
    27 de janeiro de 2016 at 20:23

    Adorei o texto, você escreve muito bem mesmo, continue assim, beijão!
    //www.gabrieleortiz.com.br

  • Reply
    Duda Nascimento
    27 de janeiro de 2016 at 20:23

    Adorei esse texto, você escreve muito bem! beeijos

  • Reply
    Anady Machado
    27 de janeiro de 2016 at 20:24

    Parabéns pelo dom da escrita, texto lindo e muito reflexivo, amei demais!!! Beijos!

    anadymachado.wordpress.com

  • Reply
    Vida em Série
    27 de janeiro de 2016 at 20:56

    Tempo é algo pesado mesmo de se analisar. Quando paro para pensar nele fico até maluca. Parabéns pelo texto.

    Beijos.

    Kamylla Prado.
    Vidaemserie.com

  • Reply
    Larissa Santana
    27 de janeiro de 2016 at 22:48

    É verdade, a gente se preocupa tanto com o que deveria ser ou ter sido que esquecemos de viver. Adorei o texto, Lu!

  • Reply
    Anônimo
    27 de janeiro de 2016 at 22:48

    Tu escreve muito bem! Eu amei o texto <3
    //www.perolada.com

  • Reply
    Amanda Hauane
    28 de janeiro de 2016 at 12:57

    Amei os sentimentos transmitidos em cada palavra…bjss

  • Reply
    Clube das Seis
    28 de janeiro de 2016 at 13:41

    Verdade Luh! Temos que parar de culpar o tempo, nós que somos o problemas, nós podemos mais. Podemos ligar, andar, visitar e ver…

  • Reply
    Thay Pasquariello
    28 de janeiro de 2016 at 13:41

    Eu até adoraria ter um gênio da lâmpada pra realizar os meus desejos impossíveis, uma garrafa de vodka pra esquecer das decepções mas eu sou mais pé no chão em relação a essas coisas sentimentais. Se deu errado eu vou e tento de novo até consegui, se me decepcionei eu vou e sigo em frente.
    Mas adorei o seu texto, parabéns!

    Beijos
    //www.decorpenduricalhos.com.br/

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: