0
Lifestyle

Mudança de Hábito | Gentileza

11 de janeiro de 2019

Se o ano só muda quando nós mudamos, porque não tentar, não é mesmo?! Afinal, no último dia do ano eu dividi por aqui meu pequeno ritual da virada e nada mais justo que compartilhar também algumas formas de tornar isso real. Independente dos objetivos você que traçou, apurar alguns hábitos cotidianos não vai tomar muito tempo e garante um retorno imensurável, principalmente se pensarmos na sociedade como um todo. Mudança de Hábito é, além de um – ótimo – filme dos anos 90, a mais nova série de posts que propõe uma reavaliação das nossas pequenas atitudes do dia a dia. Vou começar assumindo que não existe uma verdade plena e absoluta, que o principal objetivo é a reflexão. Para começar escolhi falar sobre gentileza.

Para quem mora no Rio, a palavra remete instantaneamente a frase Gentileza gera gentileza (DATRINO, 1980) e aos murais pintados no bairro do Centro, pelo Profeta Gentileza, José Datrino, após a tragédia do Gran Circus Norte-Americano. Um lugar registrado inúmeras vezes por lentes de todos os tipos e um texto replicado em camisetas, bolsas, posts e legendas na internet, mas será que estamos apenas apreciando a paisagem histórica ou pondo em prática um conceito tão simples? Ser gentil.

No dicionário, a palavra gentileza quer dizer ação nobre ou distinta, ou seja, aquilo que é notado pela sua singularidade, pela sua forma fina, inteligível, educada. Lembra das palavrinhas mágicas da infância? Com licença, por favor e obrigada? São elas, mas também é muito mais! É entender que o outro não tem responsabilidade pelo teu estado de humor, nem pelos teus problemas; que não é porque a função é dele, que você tem o direito de falar como quiser. É ceder a passagem, o lugar, falar sereno, pensar antes de falar. Não importa o quanto você acha que está certo, ser rude e gritar nunca serão a solução. Se a razão for mesmo sua, falar de forma clara e assertiva são um caminho bem melhor para resolver as coisas.

Você pode estar pensando: e se as pessoas forem grosseiras primeiro? Lembra da frase do profeta? Gentileza gera gentileza, tem que começar por alguém! Olho por olho e todos acabaremos cegos, numa tradução livre do pensamento de Mahatma Gandhi. Gentileza é um estado de paz. Você não precisa estar feliz para ser gentil, a tristeza não pode ser uma desculpa para descarregar seus sentimentos para isso eu indico o muay thai. Você também não precisa gostar ou mesmo conhecer a outra pessoa para ser gentil. O afeto é adicional.

Em exemplos práticos, é não xingar a atendente de telemarketing que te ligou pela décima vez essa semana, é o trabalho dela. É dar passagem numa porta, no trânsito, na fila do caixa quando a pessoa atrás tem duas coisas na mão. Saber se expressar sem precisar levantar a voz porque a mão eu nem tô considerando! De um jeito simples, é tratar as pessoas como você gostaria de ser tratado naquela mesmíssima situação. Se você pensar um pouco e achar uma situação onde as pessoas tivessem argumentos para não serem gentis com você, aí então, eu concordo que você tem o direito de também não ser gentil. O problema é que eu ainda não achei essa suposta exceção, pra mim, sempre dá pra ser legal!

“Então você é gentil o tempo todo?” Óbvio que não! Ninguém é tão perfeito! Eu erro, erro muito, todo dia, mais de uma vez por dia, as vezes muitas vezes por dia. Assim como todo mundo. A diferença está em se preocupar! Em estar alerta para não deixar o comportamento entrar no modo automático. Porque as atitudes instantâneas, nesses casos, tendem a ser desagradáveis. O primeiro passo para mudar um hábito (depois de já ter reconhecido que é necessário mudar) é o estado de atenção. Quanto mais você identifica as situações em que pode agir com gentileza, e as que podia ter agido, mais intuitivo se torna o comportamento e logo ele vira um hábito.

Algumas vezes, as situações podem ser mais intensas e a gente pode não conseguir falar o que pensa ou sente com respeito e gentileza. A sugestão é esperar até possa. Esses são os momentos muito delicados e tudo bem se você não conseguir. Algumas palavras apenas precisam ser ditas e nem eu, nem você, temos o direito de calar. Elas apenas escapolem do peito e saltam à boca. O meu conselho é avaliar tudo depois. Depois que a poeira baixar, o tempo passar, a mágoa secar. Aí sim é possível que você veja com mais clareza e reavalie se foi a melhor forma de falar ou agir. Não é vergonha assumir que disse algo só para magoar no momento da raiva. Quando for o caso, volte atrás, pedir desculpas é sempre importante.

Já vivemos num mundo muito cheio de cinza e concreto e barulho e regras e domínios. Ser gentil é uma forma de resistir, de manter a humanidade em nós. Vamos espalhar a prática desse hábito? Compartilha esse post com aquela amiga, manda pelo WhatsApp, no Facebook, onde vc quiser, mas, principalmente, no seu dia a dia. Me conta aqui em baixo o que achou ou se lembrou de alguma situação onde a gentileza fez toda a diferença! Ou até se você encontrou aquela situação onde vale mesmo não ser gentil!

You Might Also Like...

18 Comments

  • Reply
    Regina Celie Scovino
    11 de janeiro de 2019 at 17:46

    Maravilhoso texto, Lu! Parabéns!!
    Faço parte do “grupo que se preocupa”… Porque sou adepta à máxima “se não tiver amor, nada serei…” – 1 Coríntios 13:1. Já provei do mesmo vazio interior quando recebi uma resposta/tratamento hostil, grosseiro, como também, quando, mal educadamente, por insensibilidade… respondi de forma grosseira… … Se eu pudesse voltar o tempo… Putz! Mas, aí, volto as novas tentativas, até chegar a ponto de ser identificada como uma pessoa gentil…
    Enfim, realmente, gentileza que gera gentileza, gera seres humanos melhores e, melhores resolvidos, porque, sinceramente, quem disse que é gostoso ganhar tudo no grito?

    • Reply
      Lu SáFreire
      14 de janeiro de 2019 at 11:47

      Na verdade Rê, eu nem considero que alguém ganhe no grito… isso é só violência, opressão, não é ganhar.
      Obrigada pela visita.
      Bjoks

  • Reply
    Simone Benvindo
    14 de janeiro de 2019 at 11:34

    Oi, penso que temos que levar isso para vida toda. Realmente as vezes me pego pensando o que não devia e quando dou por mim, já começo a policiar pra tentar mudar e ser melhor comigo mesma e com as pessoas ao meu redor. Acredito que p ideal é isso mesmo,se vigiar para conseguir mudar aos pouquinhos.

    • Reply
      Lu SáFreire
      14 de janeiro de 2019 at 11:46

      Oie Si, verdade. Temos que levar pra vida toda!! Por isso a necessidade de tornar um hábito.
      Bjoks

  • Reply
    Vitória Bruscato
    14 de janeiro de 2019 at 19:06

    Lu, que post mais lindo! Nos dias de hoje está cada dia mais difícil de ver pessoas gentis por aí, então acho que nós devemos ser e esperar o melhor dos outros. Confesso que eu sou estressada e em algumas situações acabo sendo grosseira (até sem querer), mas sempre tento melhorar isso e ser mai gentil com as pessoas ao meu redor

    • Reply
      Lu SáFreire
      14 de janeiro de 2019 at 23:01

      Vi, ser estressada nos dias de hoje é mais que comum, o que não podemos é achar normal.
      Obrigada pela visita!!
      Bjos

  • Reply
    Thais
    14 de janeiro de 2019 at 23:14

    Nossa realmente, as x precisamos colocar mais gentileza em nosso dia! Não custa nada e faz bem a todos.

    • Reply
      Lu SáFreire
      14 de janeiro de 2019 at 23:28

      né?! Que bom q vc tbm pensa assim!
      obrigada pela visita.
      Bjoks

  • Reply
    Erika Monteiro
    15 de janeiro de 2019 at 17:48

    Oi, tudo bem? Que post mais inspirador. Realmente gentileza é necessária. As vezes com a correria do dia a dia acabamos deixando de lado e agindo no impulso. É bom parar para refletir e mudar alguns hábitos. Beijos, Érika =)

    • Reply
      Lu SáFreire
      15 de janeiro de 2019 at 18:54

      Que maravilha!!! Obrigada pelo carinho. O objetivo é esse mesmo, repensarmos a rotina!
      Obrigada pela visita!

  • Reply
    Gislaine Motti
    15 de janeiro de 2019 at 19:47

    Oi, Lu! Tudo bom?
    É minha primeira vez aqui no seu cantinho e, devo admitir, já me encantei! Adorei ter tido a oportunidade de ler e refletir com esse texto tão logo no começo do ano… Acho que esses primeiros dias e semanas têm sempre uma energia muito potente para a mudança, que aplicarei em pensar melhor se estou sendo gentil no meu dia a dia. Obrigada!

    Abraços,
    Gislaine |Literalize-se

    • Reply
      Lu SáFreire
      15 de janeiro de 2019 at 21:31

      Gis, muito obrigada pelo carinho! A ideia é exatamente usar essa potencialidade do início do ano e tentar mudar pequenos hábitos. De pouco em pouco, quem sabe não mudamos o mundo, né?!
      Obrigada pela visita!
      Bjoks

  • Reply
    Betânia Duarte
    15 de janeiro de 2019 at 21:27

    A gentileza é um ato lindo porém ainda difícil pra mim de ser feito sempre. No geral eu sou bem gentil, mas sempre tem aqueles diazinhos que as coisas dão errado e quem está por perto, infelizmente, acaba levando a pior. Com certeza praticar a gentileza é um exercício diário 🙂
    Beijo

    • Reply
      Lu SáFreire
      15 de janeiro de 2019 at 21:34

      Bê, isso é o mais comum. A rotina e o dia agitado da cidade acaba deixando a gente bem irritado e estressado e descontar em alguém é inevitável. Óbvio que isso acontece comigo e com todo mundo, mas se importar e se preocupar é o que pode fazer a diferença.
      Obrigada pela visita.
      Bjoks

  • Reply
    Paula Musique
    16 de janeiro de 2019 at 11:42

    Adoro este tipo de post que tem UTILIDADE PÚBLICA! Concordo que o ano só muda quando nós mudamos. E nós somos os responsáveis pela mudança de nossos hábitos. Ser gentil é um dos meus lemas de vida há anos. O mundo seria um lugar muito melhor se todos tratassem as pessoas como gostariam de ser tratadas naquela mesmíssima situação. 🙂 Seria ótimo se as pessoas colocassem SER MAIS GENTIL NESTE ANO como meta pro planejamento de 2019! Parabéns pelo texto.
    x
    //www.paulamusique.com

    • Reply
      Lu SáFreire
      16 de janeiro de 2019 at 12:02

      É isso Paulinha! Exatamente isso!
      Espero poder contribuir com o mundo e com o meu mundo, tentando ser mais gentil a cada dia!
      Obrigada pela visita.
      Bjok

  • Reply
    Heeey Maia { Sonhada Vida }
    18 de janeiro de 2019 at 02:17

    Oi Lu! Que post mais cheio de alma! E acredita que essa semana estava comentando sobre isso com minha melhor amiga? Acho lindos esses presentes de Deus mostrando que todos podemos (e devemos) melhorar o mundo em que vivemos. Ja virei fa do seu cantinho, teu blog e lindo demais! Beijinhos!

    • Reply
      Lu SáFreire
      28 de janeiro de 2019 at 15:47

      AAAAAAAAAAh que carinho maravilhoso! Sim, precisamos pensar mais no mundo. Porque é aqui que a gente vive né?! Se não começar pela gente, quem vamos precisar esperar?
      Muito obrigada pela visita!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: