0
Amor Blogagem Coletiva Fim Love it Forward List Relacionamento tempo

A brevidade do instante perfeito

15 de novembro de 2015

“Chega de saudade

A realidade é que sem ela não há paz
Não há beleza
É só tristeza e a melancolia
Que não sai de mim, não sai de mim, não sai…”

Escrita pelos ilustres Vinícus de Moraes e Antônio Carlos Jobim, Chega de Saudade parte qualquer coração que ouse sentir. Nessa época em que esse verbo é tão pouco praticado, o sujeito que se atreve é herói. Entregar-se ao outro e permitir-se envolver, não só com o amor, mas com a vida, numa ligação tão intrínseca que já não se sabe quem é um e quem é você. Num entrelaçar de pernas e bocas e línguas. Um estar nu além dos corpos. Um conhecer além do que é dito.

Para todo início existe um fim. Declarado ou implícito, a questão é que não é eterno. E digo mais, é frágil. Num momento é e no outro já não mais. Um aviso aos marinheiros de primeira viagem: pode doer. Contudo, antes disso, você terá sido feliz! Alguns momentos duram mais que outros, por isso é preciso vive-los para descobrir.
Ah saudade… A casa já não é a mesma, o silencio de ambos era cheio de ternura, diferente desse que entra e bate portas. A falta do café dividido ou do pedaço de torta. O par de pratos e toalhas. A garrafa de Whisky pela metade. Os discos no armário. Um cotidiano marcado pelo sorriso de quem se ama. Não cabe a nós questionarmos o tempo ou a velocidade com que as coisas são tiradas de nós. A vida tem desses mistérios. Talvez sejam eles que a tornem tão bela, a brevidade do instante perfeito.

Parece piegas, entretanto desconheço uma forma menos brega de dizer que precisamos amar como se não houvesse amanhã. Por que? Porque você não sabe quando tudo pode acabar. Segundos se passam e entre eles tudo pode mudar. Mãos espalmadas podem se soltar. Caminhos podem se dividir. Então guardar para mais tarde só o fim do chocolate, jamais o amor. Beije, abrace, sorria e diga o quanto alguém lhe faz bem. As críticas podem ficar para depois, seu elogio nunca.

Para conhecer mais sobre o projeto clique aqui e para conhecer o grupo clique aqui!

Você também pode gostar de

18 Comentários

  • Reply
    Ana Beatriz Machado
    16 de novembro de 2015 at 21:29

    Sensível, objetivo e verdadeiro! "Segundos se passam e entre eles tudo pode mudar. Mãos espalmadas podem se soltar. Caminhos podem se dividir. Então guardar para mais tarde só o fim do chocolate, jamais o amor": o trecho que mais me tocou. Parabéns, Lu!

  • Reply
    A Carioca
    16 de novembro de 2015 at 21:29

    Como diz a música: é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã.
    Momentos perfeitos sempre são curtos, sempre deixam uma saudade, ou um vazio, e é nisso tudo que as vezes vem aquela dor que não cabe mais no peito e não deixa muita gente se permitir amar como se fosse o seu ultimo dia. Lindo seu texto Lu, sempre que venho no seu blog e leio algo fico toda emocionada e cheia de lembranças rs.
    um beeeijo.

  • Reply
    Fernanda
    17 de novembro de 2015 at 16:23

    Nossa, que texto lindo!! É verdade! Precisamos amar as pessoas como se não houvesse amanhã porque, um dia, alguém vai embora, seja espontaneamente, seja pela vontade de Deus. Temos que fazer com que esse tempo seja único e inesquecível!

    Beijinhos

    //www.brisadatarde.com

  • Reply
    Lu _sfn
    17 de novembro de 2015 at 16:25

    Nati, esse é o melhor elogio de todos. Poque o meu intuito é fazer sentir! Tem muita gente com o coração duro por aí, precisando de um abraço ou um conforto!
    Bjoks

  • Reply
    Lu _sfn
    17 de novembro de 2015 at 16:26

    Bia! Obrigada!
    Esse é mesmo o objetivo, tocar, acarinhar, abraçar com palavras!
    Bjoks

  • Reply
    Lu _sfn
    17 de novembro de 2015 at 16:27

    Oie Fê!
    É isso mesmo. Acabe a nós tornarmos esses momentos inesquecíveis!
    Bjoks

  • Reply
    Linda e Inteligente
    17 de novembro de 2015 at 18:49

    Concordo!!!Elogiar sempre….
    //www.lindaeinteligente.com.br

  • Reply
    Juliana Vecher
    17 de novembro de 2015 at 22:02

    Lu que texto belo, amei o texto! Sempre que venho aqui no seu blog é algo muito especial, pois me sinto conversando com você sabe?? É gostoso *-* amei seu texto, me tocou pra caramba *-*
    Parabéns por mais um texto incrível. Beijos <3 :*

  • Reply
    Lu Cruz
    19 de novembro de 2015 at 00:21

    Confesso que parei, li e reli diversas vezes a última frase: "As críticas podem ficar para depois, seu elogio nunca." Até porque acredito que às vezes sou dura demais com meu amor. Esse texto veio em ótima hora para eu pensar e repensar… Adorei, Lu! Beijos!
    Blog Vintee5 | Canal Vintee5

  • Reply
    Jessica Carvalho
    19 de novembro de 2015 at 21:21

    Amor é fogo que arde sem se ver rs, amor é amor, amor causa amor… Tanto amor e pouco amante. As pessoas deveriam realmente pensar no hoje, porque o amanhã talvez não chegue, só restando lembranças. Luh, parabéns pelo post, minha escritora favorita.

  • Reply
    Nathana Camões
    20 de novembro de 2015 at 21:37

    Quanto tempo eu to para comentar esse blog hein, mas não é por falta de sentido ou de "ser tocada", talvez o contrário, ele diz tanto sobre o que penso, o que sinto, que muitas vezes saio daqui anestesiada e pensando a vida. Inclusive, você deve estar me lendo em algum lugar Dona Luciana, não é possível rsrsrs!
    Brincadeiras à parte, o blog é execelente Lu, é muito bom conhecer alguem que escreva em palavras tudo que você sente, É como se não me sentisse sozinha, e que em algum lugar ainda tem pessoas que pensam o mesmo, assuntos que as vezes estão tão "fora de moda" ou caíram em desuso social. Saiba que aqui você tem uma Fã de carteirinha! Beijos enormes!

  • Reply
    Lu _sfn
    21 de novembro de 2015 at 11:56

    Olá! Seja bem vinda!
    Obrigada!
    Bjoks

  • Reply
    Lu _sfn
    21 de novembro de 2015 at 11:57

    Obrigada Ju,
    A ideia é essa mesma, uma conversa. Que você possa se sentir sempre assim por aqui!
    Bjokas!!!

  • Reply
    Lu _sfn
    21 de novembro de 2015 at 11:58

    Ahhh Lu, que bom que pude te dar um fiozinho de luz!!
    Te adoro linda!!
    Bjoks

  • Reply
    Lu _sfn
    21 de novembro de 2015 at 11:59

    Obrigada Jess!!! concordo com vc, tanto amor e pouco amante! Vai pro insta! te dou todos os créditos!
    Bjoks

  • Reply
    Lu _sfn
    21 de novembro de 2015 at 12:02

    Minha Katana!! Você descobriu o segredo de porque eu escrevo! Pq percebi que mta gente pensava e sentia como eu, mas nao tinha um espaço onde pudesse se encontrar e encontrar semelhantes. Daí veio o blog, um lugar de encontros e de alguns desencontros, porque nisso consiste a beleza da vida! Mto obrigada pelo apoio e pelo carinho!
    Bjoks

  • Reply
    Blog Manias de Vivis
    23 de novembro de 2015 at 21:46

    Lu !!!!
    Você já sabe que sou sua Fã…. E hoje suas palavras me fizeram chorar, parece que foram escritas para mim…. Perdi uma pessoa muito amada a pouco tempo e a saudade que eu sinto da minha mãe e o que esse momento me faz sentir e lembrar,,, nossa !!! Você disse tudo o que eu estou vivendo sabiamente, lindamente !!!

  • Reply
    Ciana Andrade
    11 de agosto de 2016 at 22:35

    Oi Lu! Lindo o texto! Eu concordo com você. Quase não te vejo mais na Confraria, estou passando por aqui para apreciar um texto seu e dizer que mencionei você no meu blog. O link da postagem é esse:
    //www.pilateandosonhos.com/2016/08/premio-dardos-uhu-uhu.html
    bjs e saudades

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: